04 de August de 2020

Oprah Winfrey diz não ter aconselhado Meghan e Harry a se afastarem de família real

Amigos do casal, como George e Amal Clooney, também teriam dado conselhos. No entanto, questionado, um representante dos Clooneys não respondeu ao pedido de comentário da People.


Por Folhapress Publicado 10/01/2020
Reprodução (Divulgação)

 Oprah Winfrey, 65, se manifestou sobre o boato de que teria aconselhado Meghan Markle, 38, e o príncipe Harry, 35, em sua decisão de se afastarem dos papéis de membros da família real.

“Meghan e Harry não precisam da minha ajuda para descobrir o que é melhor para eles”, disse Winfrey à revista People. “Eu me preocupo com os dois e apoio quaisquer decisões que eles tomem para sua família.”

Na última quinta-feira (9), o portal Page Six publicou um relatório afirmando que a apresentadora foi uma das primeiras pessoas para quem Meghan e Harry pediram conselhos sobre “libertar-se”. O relatório afirmava que Winfrey incentivou o casal a se mudar para a América e criar sua própria marca.

Amigos do casal, como George e Amal Clooney, também teriam dado conselhos. No entanto, questionado, um representante dos Clooneys não respondeu ao pedido de comentário da People.

O neto da rainha Elizabeth e a sua mulher anunciaram na quarta-feira (8) que querem “se afastar do papel de membros seniores da família real” britânica e trabalhar para conquistar a própria independência financeira.

Em uma publicação no seu canal oficial no Instagram, o duque e a duquesa de Sussex escreveram que tomaram a decisão após “muitos meses de reflexão e discussões internas”.

O texto afirma que os dois planejam dividir o tempo entre o Reino Unido e a América do Norte e que continuarão a honrar seu compromisso com a rainha.

“Esse equilíbrio geográfico vai nos permitir criar nosso filho com apreço pela tradição real em que ele nasceu ao mesmo tempo em que dá à nossa família o espaço para focar esse próximo capítulo.”