16 de julho de 2019

Ludmilla, Diogo Nogueira e Hugo Bonemer se transformam e vão à final do Show dos Famosos

Hugo Bonemer abriu as apresentações com uma homenagem ao cantor havaiano Israel Kamakawiwo'ole. Outro destaque foi Diogo Nogueira que homenagem ao ícone do soul Ray Charles. E Ludmilla surpreendeu com uma homenagem a Ed Motta.


Por Folhapress Publicado 08/07/2019
Reprodução (Globo)

Ludmilla, Diogo Nogueira e Hugo Bonemer estão na final do Show dos Famosos, quadro do Domingão do Faustão (Globo). 

Ludmilla e Diogo alcançaram, respectivamente, o primeiro e o segundo lugar do Grupo B, e Hugo conseguiu entrar na final porque atingiu média maior do que um dos finalistas do Grupo A. O trio se junta a Di Ferrero e Solange Almeida no próximo domingo (14) para a final.

“Domingo que vem começa tudo do zero e já sai o finalista”, anunciou Faustão.

No último domingo (7), Hugo Bonemer abriu as apresentações com uma homenagem ao cantor havaiano Israel Kamakawiwo’ole (1959-1997) com as músicas “Somewhere Over The Rainbow” e “What a Wonderful World” tocadas em ukelelê. Irreconhecível, Bonemer demorou seis horas para se transformar no músico.

Ludmilla surpreendeu com uma homenagem a Ed Motta. Era também impossível saber que se tratava da cantora de “Din Din Din”. Ela cantou a música “Colombina”. “O mais difícil são as firulas do Ed Motta”, explicou Ludmilla a Faustão.

Outro destaque foi Diogo Nogueira que homenagem ao ícone do soul Ray Charles (1930-2004). O sambista cantou os clássicos “Unchain My Heart” e “Hit The Road Jack”.

“Você é um grande cantor e compositor e agora sabemos que também pode ser ator, intérprete, o que você quiser”, babou Claudia Raia, uma das juradas. 
Danielle Winits prestou homenagem a Claudia Leitte cantando “Amor Perfeito”.

GRUPO A
Di Ferrero e Solange Almeida, do grupo A, foram os dois primeiros classificados à final do quadro Show dos Famosos.

O cantor arrancou elogios dos jurados com sua interpretação de Andrea Bocelli. Ele ainda homenageou Cássia Eller com “Malandragem”. 
“Sou muito fã. Ela é uma das artistas que mais amo no Brasil. É superemocionante fazer essa homenagem para ela. Tô muito muito feliz”, disse após a apresentação. 

Já Solange Almeida escolheu “Whithout You” de Mariah Carey, conquistando o júri e a plateia. “É muito difícil cantar isso. Para fazer os graves é bastante difícil e você fez lindamente. Minha nota é 10”, disse a jurada.

 Mel Fronckowiak, que interpretou “Smooth Operator”, da cantora nigeriana Sade, e o humorista Ceará, que escolheu “O meu sangue verve por você” de Sidney Magal, não conseguiram seguir em frente.