24 de outubro de 2019

Henrique Fogaça terá que se explicar à Band por camiseta com beijo gay de religiosas

A Folha apurou que a publicação de Fogaça não repercutiu bem nos corredores da emissora. Apesar do problema causado, Fogaça não vai ser demitido nem afastado, segundo apuração. Há um MasterChef em andamento que ainda precisa ser gravado e um outro programado para o segundo semestre.


Por Folhapress Publicado 04/07/2019
Reprodução (Divulgação)

O jurado do MasterChef Henrique Fogaça terá uma conversa com a Band para se explicar sobre uma publicação polêmica em sua rede social. O chef, que está de ferias em Roma, aparece ao lado de duas freiras com uma camiseta que mostra duas mulheres de hábito se beijando.

A Folha apurou que a publicação de Fogaça não repercutiu bem nos corredores da emissora. A Band divulgou nota oficial sobre o caso dizendo que mesmo que as declarações infelizes tenham sido feitas por ele fora do âmbito profissional, “elas não expressam, de forma alguma, a posição da Band, que se pauta no respeito às crenças e sem preconceitos em relação aos credos, etnias, sexos, raças, vertentes políticas e ideológicas”.

De acordo com a nota, o canal “irá analisar o caso, com profundidade, depois de ouvi-lo”. Apesar do problema causado, Fogaça não vai ser demitido nem afastado, segundo apuração. Há um MasterChef em andamento que ainda precisa ser gravado e um outro programado para o segundo semestre.

Mesmo assim, o tom da conversa será de cobrança. A Band, aliás, não costuma se manifestar em casos que ocorrem com seus profissionais fora da emissora. Porém, o alarde foi tão grande e negativo que ela se viu obrigada a expor a sua posição.

O chef Henrique Fogaça, depois de um dia, publicou um vídeo no qual pedia desculpas pelo ocorrido e reforçou que não é um homem preconceituoso.