31 de março de 2020

BBB 20 recupera audiência e se revigora ao apostar em famosos e promover polêmicas

Em suas quatro primeiras semanas de exibição, com apenas homens eliminados, o reality registra crescimento de audiência na comparação com o mesmo período da edição passada.


Por Folhapress Publicado 21/02/2020
Reprodução (TV Globo)

Seja pela entrada de influenciadores digitais famosos ou pelas acusações de assédio, a 20ª edição do Big Brother Brasil está rendendo bons resultados à Globo. Em suas quatro primeiras semanas de exibição, com apenas homens eliminados, o reality registra crescimento de audiência na comparação com o mesmo período da edição passada.

Em São Paulo, o programa tem média de 23 pontos, com 39% de participação, um crescimento de 10% -ou 2 pontos- em relação ao ano passado, mesmo crescimento que o Rio de Janeiro, que atualmente tem média de 24 pontos e 43% de participação. Segundo o Kantar Ibope, cada ponto em São Paulo equivale a 74.987 domicílios, enquanto no Rio equivale a 47.454.

O BBB 20 é um fenômeno também no Globoplay, que oferece o serviço 24 horas, assim como o pay-per-view. No primeiro mês, o programa fez com que a média de consumo semanal da plataforma subisse 70%. Foi registrado um aumento de 210% de horas assistidas em relação ao BBB 19, sendo as câmeras ao vivo responsáveis por 80% deste consumo.

A participação se estende para as redes sociais. Nas noites de paredão, ou no famoso Jogo da Discórdia, é comum que a sigla BBB ou o nome de alguns participantes se tornem os assuntos mais falados na web, principalmente no Twitter. O BBB 20 já acumula mais de 1 bilhão de impactos em suas plataformas oficiais, 46% acima da última edição. E já são mais de 43 milhões de menções -302% a mais do que 2019.

A entrada de influenciadores traz, de certa forma, os fã-clubes desses “personagens” para a tela de TV. Também fomenta os comentários de celebridades maiores, que estão fora da casa, e que também levam seus próprios seguidores a assistirem o reality -é o caso de Bruna Marquezine, que tem torcida declarada por sua amiga Manu Gavassi. É comum que a atriz apareça em seu Instagram Stories, todas as noites, mostrando suas reações ao acompanhar o reality ao vivo. 

Outro fator que tem chamado a atenção dos internautas, e aumentado a quantidade de menções nas redes, são as informações externas que tem sido divulgadas pelo apresentador Tiago Leifert aos brothers -ele já contou que Lucas Chumbo, o primeiro eliminado, venceu um campeonato de surf após sair da casa, e que Lucas “não bateu o recorde de rejeição, como queria”, ao ser eliminado. Há um tempo, o BBB não informa aos confinados qual a porcentagem de eliminação.

Frente a isso, espectadores tem feito críticas e comparações ao antigo âncora do programa, Pedro Bial, chegando a pedir a volta do apresentador. Procurada pela reportagem, a Globo disse que Leifert e Boninho, diretor do programa, não se manifestariam.

A estreia do programa não teve o melhor desempenho, ficando fora das dez atrações mais assistidas da Globo na semana, mas seu crescimento de audiência dá a entender que o burburinho nas redes sociais e as várias polêmicas da casa têm dado resultado -mais até do que os romances, que costumam ter foco no programa, mas que não tem chamado a atenção dos espectadores nesta edição.
 
Os únicos casais formados até agora são Marcela e Daniel, e Guilherme e Gabi -essa última, que protagonizou a declaração que virou meme nas redes: “No meio de tanta maldade e de tanta guerra, eu consegui me apaixonar por você”. Gabi também teve um conflito com Bianca (conhecia por Boca Rosa), ao notar a aproximação da sister e Guilherme, e tem lidado com Victor Hugo desde que este se declarou para Guilherme.

Mas quem assumiu o papel de rainha dos memes no reality foi Manu Gavassi. Logo em sua entrada, ela já demonstrou um jeito meio deslocado ao entrar na casa sozinha, em silêncio, parecendo confusa, e não eufórica como geralmente acontece.

“A grama é artificial?”, questionou ela, desmanchando seu sorriso amarelo. Depois, inventou passinhos próprios para dançar funk, mexendo mais as mãos que o bumbum; desistiu da primeira Prova do Líder por acreditar que era uma pegadinha do programa; e mostrou pouca familiaridade com os pesos da academia do reality. 

Além dela, Felipe Prior protagonizou alguns dos momentos mais cômicos na visão dos internautas, com caretas e monólogos altos após toda a polêmica do “teste de fidelidade” para com as sisters. O “teste” consistia em se aproximar das participantes comprometidas para que elas dessem “deslizes” e ficassem malvistas fora da casa.

“Não pude deixar de acompanhar essa recente discussão em torno das questões de assédio e machismo versus feminismo, que ultrapassou as fronteiras da TV e se alastrou por toda parte”, diz Preta Gil, que se autodeclara “BBBólatra”, à reportagem. “Ver todas as mulheres se unindo e colocando seus argumentos diante dos homens, ao mesmo tempo em que conseguimos observar na casa o comportamento deles, reflete o que acontece aqui fora, foi impactante”.

De acordo com ela, o reality tem cumprido uma função muito importante, “que é a de fazer a sociedade pensar e repensar. O BBB 20 já prestou um grande serviço e nem começou ainda a esquentar.”

A união entre os homens da casa -com exceção de Daniel, Pyong e Victor Hugo- não foi bem interpretada e tem causado a saída deles, um a um, nas últimas semanas: primeiro Lucas Chumbo, seguido por Petrix, Hadson e, na última terça, Lucas Gallina, sobrando apenas Prior, que tem se aliado a Babu. Mas isso não significa o fim das polêmicas. Com quarto branco anunciado e os nervos exaltados, mais ainda está por vir.