29 de janeiro de 2020

Suspeito de ataque a Porta dos Fundos está na lista de alerta máximo da Interpol

A inclusão de Fauzi entre os fugitivos no radar da Interpol foi confirmada pela assessoria de imprensa da Polícia Federal.


Por Folhapress Publicado 08/01/2020
Reprodução (Divulgação)

O empresário Eduardo Fauzi Richard Cerquise, 41, está agora na lista dos mais procurados da Interpol. Apontado como um dos autores do ataque à sede do Porta dos Fundos, ele foi incluído na Difusão Vermelha da Interpol, a polícia internacional. Trata-se do alerta máximo da entidade.

Fauzi está na Rússia desde o fim do ano, após decolar num voo da Air France no dia 29 de dezembro. Viajou para o país de Vladimir Putin, onde já morou no passado e tem um filho residente, um dia antes de ser alvo de um mandado de prisão. 

Considerado foragido, ele disse ao Projeto Colabora que pretende pedir asilo ao Kremlin. Brasil e Rússia têm acordo de extradição que contempla o caso do empresário, que tem um pedido de prisão pendente.

A Justiça brasileira ainda não confirmou se levará o pedido em diante. 

A inclusão de Fauzi entre os fugitivos no radar da Interpol foi confirmada pela assessoria de imprensa da Polícia Federal. Seu nome não consta na lista pública de procurados da organização internacional -o que, segundo a PF, só acontece em casos excepcionais.