23 de setembro de 2020

Viúva de Robin Williams fala sobre doença do ator e que médico mandou eles dormirem separados

Robin Williams morreu em agosto de 2014, aos 63 anos


Por Folhapress Publicado 01/09/2020
Viúva de Robin Williams fala sobre doença do ator e que médico mandou eles dormirem separados
Robin Williams e Susan Schneider Williams (Fotos: Instagram e Reprodução NBC)

A viúva do ator Robin Williams, Susan Schneider Williams, 56, falou, nesta terça-feira (1º), durante uma entrevista a um programa de TV americano, sobre a luta do ator contra um tipo de demência, e revelou que os médicos o diagnosticaram mal e chegaram a ordenar que eles dormissem separados por motivos de saúde.


“Robin e eu sabíamos que havia muito mais coisas acontecendo. Robin estava certo quando me disse: ‘Eu só quero reiniciar meu cérebro’. Naquele momento, prometi a ele que descobriríamos o que estava acontecendo. Só não sabia que seria depois de sua morte”, afirmou Susan no programa Today’s Hoda Kotb, segundo a revista People.


Robin Williams morreu em agosto de 2014, aos 63 anos. Segundo laudo da polícia ele sofreu asfixia por enforcamento e o caso foi registrado como suicídio. Ele e Susan estavam casados desde 2011.

Susan revelou que ele passou por um momento bastante difícil antes de sua morte, e que os médicos chegaram a instruí-los a dormir separados por motivos médicos, para que Robin pudesse dormir mais enquanto lutava contra a insônia. “Ele me disse: ‘Isso significa que estamos separados?'”, recordou ela.


Na entrevista, Susan falou sobre o documentário “Robin’s Wish” (“O Desejo de Robin”), que abordará a luta do ator contra a doença, agora diagnosticada como demência corporal de Lewy, que afeta pensamentos, memórias e controle de movimentos. Esse é um dos tipos mais comuns de demência progressiva.


“Aquele foi um momento realmente chocante. Quando seu melhor amigo, seu parceiro, seu amor… você percebe que existe um abismo gigante em algum lugar, e você não consegue ver onde ele está. Aquele foi um momento difícil”, afirmou Susan.