11 de August de 2020

Larissa Manoela diz que criou com Erasmo Carlos laço de neta e avô fora de ‘Modo Avião’

Na história, Ana (Larissa Manoela) é uma influenciadora digital que publica cada passo de sua vida nas redes sociais.


Por Folhapress Publicado 23/01/2020
Reprodução (Twitter)

Após anunciar a sua saída oficial de “As Aventuras de Poliana” (SBT), Larissa Manoela, 19, faz sua estreia na Netflix com o filme “Modo Avião”, disponível a partir desta quinta-feira (23) na plataforma. Essa é a primeira produção de um total de três que a atriz fará em parceria com o streaming. 

Com direção de César Rodrigues, “Modo Avião” é inspirado no roteiro do mexicano Alberto Bremer, cuja adaptação brasileira foi escrita por Renato Fagundes. Na história, Ana (Larissa Manoela) é uma influenciadora digital que publica cada passo de sua vida nas redes sociais.

Para curar o vício em celular, os pais decidem enviá-la para passar um período com seu avô, Germano (interpretado pelo ator, cantor e compositor Erasmo Carlos), em uma cidade rural, sem cobertura de internet. 

“Claro que o filme ainda não lançou, e ainda não senti o retorno, mas fazer uma produção que irá para mais 170 países é algo muito emocionante”, diz Larissa Manoela, que tem mais de 28 milhões de seguidores no Instagram. 

Ao contrário de Ana, Manoela afirma ser mais consciente sobre as formas de como usar o celular e não se vê problemática como sua personagem. “Nunca passei por uma situação em que fosse proibida de usar o celular, mas acho que ficaria tudo bem. A gente usa muito a tecnologia para passar o tempo, mas é necessário saber a hora de parar.”

Grande personalidade do Instagram, Ana sonha em ser estilista e é convencida pela diabólica empresária Carola (Katiuscia Canoro) a vestir as roupas de sua coleção, a True Fashion. A marca, que diz no nome ser uma empresa verdadeira, está longe disso. Com muita trapaça e até um namorado falso, a empresária faz com que Ana ganhe milhares de seguidores a cada dia.

Com uma rotina agitada, Ana mal fala com seus pais e não sai um minuto do celular para poder dividir cada momento de sua vida com seus seguidores. Ela não para nem na hora de dirigir, e isso faz com que ela se envolva em vários acidentes de carros. Um dia a situação se agrava, e seus pais arrumam um jeito de deixá-la longe das redes sociais.

Com o celular apreendido pela Justiça, ela é obrigada pela mãe a passar um tempo com o avô em uma cidade do interior de São Paulo. Lá, ela passa por uma reviravolta, ajuda o avô nas tarefas do dia a dia, como arrumar a casa, lavar a louça e ainda passa um tempo com ele em sua oficina de mecânica. Claro que, aos poucos, com a ajuda de vizinhos e amigos, ela começa a perceber quais são os verdadeiros valores da vida.

Ao trabalhar ao lado de Erasmo Carlos, Manoela disse que realizou um outro sonho, o de seu pai. “Ele sempre foi muito fã do Erasmo e tietou mesmo, é claro, conversou com ele no camarim, tirou foto de tudo mais”, conta atriz, que também se envolveu com o cantor.

“Nós conversamos muito. Eu o ajudei a entender esse universo da internet que a gente estava tratando no filme, e ele foi muito generoso comigo. Tivemos tantas conversas que nos bastidores eu senti que nossa relação também era como de avô e neta fora das telas”, diz Manoela.

MAIS LARISSA MANOELA NA NETFLIX
Larissa Manoela fala sobre “Modo Avião” e lembra, animada, que tem muito mais por aí. Ela está gravando em paralelo o longa-metragem “Diário de Intercâmbio”, de Bruno Garotti, que mudou as locações do Canadá para os Estados Unidos -algumas cenas serão gravadas em Nova York. E mesmo antes do lançamento deste filme, ela ainda vai iniciar a gravação de outra produção Netflix.

“Esse novo filme, eu não posso falar nada porque toda a surpresa está guardada para o Festival Tudum, da Netflix”, diz a atriz, cintando o evento que começa no próximo sábado (25) no Pavilhão da Bienal do Ibirapuera. O evento da Netflix vai reunir atrações culturais e anúncios exclusivos de novas produções para o ano, além presença de Lana Condor e Noah Centineo, atores do longa “Para Todos os Garotos que já Amei”.

Manoela também não confirma oficialmente, mas há notícias de que ela deve protagonizar uma das próximas novelas das seis, na Globo, chamada de “Além da Ilusão”, cuja a autoria é de Alessandra Poggi e de Pedro Vasconcelos. Se confirmado, será a primeira novela da atriz fora do SBT, quando estreou em 2012 na novela “Corações Feridos”. Ela seria filha dos personagens de Claudia Raia e Thiago Lacerda, também cotados para a novela de época. 

E não só na TV, no cinema e nas plataformas de streaming que Larissa Manoela está presente. Paralelo à dramaturgia, ela mantém sua carreira de cantora, com a turnê do álbum “Além do Tempo”, lançado no final de 2019. Esse é o segundo projeto musical iniciado em 2014 com o disco “Com Você”. No novo trabalho, ela mantém letras inocentes e positivas, mas com faixas inspiradas no clima de energia da música eletrônica de Alok e do funk pop.