29 de janeiro de 2020

‘Verdinha’, de Ludmilla, deixa de ser censurada na internet, e a cantora comemora

No vídeo, Ludmilla e suas dançarinas aparecem fumando no meio de uma plantação de alface.


Por Folhapress Publicado 19/12/2019
Reprodução (Divulgação)

Com os versos “Eu fiz um pé lá no meu quintal/Tô vendendo a grama da verdinha a um real”, a música “Verdinha”, de Ludmilla, foi censurada na internet essa semana.

Lançada no fim de novembro, e já com mais de 16 milhões de visualizações, o vídeo ficou restrito para maiores no YouTube, e o áudio foi modificado em algumas plataformas de streaming. Mas tudo já está resolvido, segundo a cantora. 

“Gente, ‘Verdinha’ está de volta! Conseguimos! Muito obrigado a todos que nos apoiaram, que nos mandaram mensagens”, afirmou Ludmilla em um vídeo no Instagram.

Na madrugada desta quarta-feira (18), ela havia se pronunciado sobre a censura. “Acabei de receber a horrível notícia de que classificaram a idade para assistir ‘Verdinha’. Estou chocada! O que tem no clipe  que ninguém nunca viu aqui no Brasil?”, afirmou a cantora. 

No vídeo, Ludmilla e suas dançarinas aparecem fumando no meio de uma plantação de alface.

“O que tem no clipe de ‘Verdinha’ que é uma novidade extraterrestre no Brasil? Só se for uma negra no poder, no meio de uma plantação de alface, uma mulher delegando funções. Deve ser isso que está de estranho, porque no Brasil não costumam ver”, afirmou ela.