11 de August de 2020

Elton John: ex-mulher pede R$ 19,5 milhões por ter sido citada em autobiografia do cantor

Na autobiografia "Me", lançada em 2019, Elton John descreveu seu casamento com Blauel como "a coisa certa a se fazer, mas uma sensação horrível


Por Folhapress Publicado 23/07/2020
Elton John e Renate Blauel
Os dois se conheceram e se casaram no mesmo ano, em 1983, mesma época em que o cantor trabalhava em seu álbum “Too Low for Zero”. – Foto: Reprodução

Renate Blauel, 67, está processando o ex-marido Elton John, 73, com quem foi casada durante os anos 1980, por ter sido citada na mais recente autobiografia do cantor e pianista. Ela pede £ 3 milhões (cerca de R$ 19,5 milhões), segundo informações do jornal The Sun.

Nos documentos apresentados ao Supremo Tribunal em Londres nesta semana, Blauel afirma que os comentários no livro, que foram inteiramente positivos, “quebraram os termos de um acordo que eles fizeram quando se separaram em 1988 e desencadearam problemas de saúde mental de longa data.”


Na autobiografia “Me”, lançada em 2019, Elton John descreveu seu casamento com Blauel como “a coisa certa a se fazer, mas uma sensação horrível. “Eu quebrei o coração de alguém que me amava incondicionalmente, alguém que não podia culpar de forma alguma”, descreveu o cantor.


Os dois se conheceram e se casaram no mesmo ano, em 1983, mesma época em que o cantor trabalhava em seu álbum “Too Low for Zero”. O relacionamento chegou ao fim anos depois, em 1988. Elton John assumiu sua homossexualidade e casou-se com David Furnish em seguida.


Fontes próximas a Elton John dizem que ele teve um relacionamento amigável com Renate Blauel e que o livro não contém nada que ainda não seja de domínio público. “Elton está chocado e triste com a afirmação de Renate, especialmente porque ele apenas a elogiou publicamente”, afirmou a fonte secreta ao The Sun.
Os documentos do tribunal também declararam que Sir Elton concordou em remover certas “passagens” antes da publicação do livro “Me”, no ano passado.


Elton John já falou publicamente que escrever sua biografia foi uma experiência dolorosa, mas pela qual decidiu passar para que seus filhos soubessem a verdade sobre sua história. Ele é pai de dois meninos, Zachary, 8, e Elijah, 6, com o marido, David Furnish, 57.