16 de setembro de 2019

Ricky Martin se une à multidão de porto-riquenhos para pedir renúncia de governador

O cantor foi uma das celebridades ofendidas no vazamento de uma das mensagens que dizia: "Ricky Martin é tão machista que dorme com homens, porque as mulheres não o excitam".


Por Folhapress Publicado 23/07/2019
Reprodução (Divulgação)

 O cantor Ricky Martin foi às ruas e está usando as suas rede sociais para pedir a renúncia do governador de Porto Rico, Ricardo Rosselló.

Há mais de dez dias, a população porto-riquenha faz protestos contra o escândalo chamado “chatgate”.

O estopim dos protestos em Porto Rico foi o vazamento de centenas de páginas contendo mensagens trocadas pelo aplicativo Telegram entre Rosselló e um grupo de auxiliares.

Nas mensagens, reveladas no último dia 13 pelo Centro de Jornalismo Investigativo, o governador faz comentários ofensivos contra políticos e celebridades da ilha.

O cantor foi uma das celebridades ofendidas no vazamento de uma das mensagens que dizia:  “Ricky Martin é tão machista que dorme com homens, porque as mulheres não o excitam”. 

No domingo, Rosselló anunciou que desistiria de tentar a reeleição em 2020 e que deixaria a liderança de seu partido, mas se recusou a deixar o cargo.

Nesta segunda-feira (22), Rick Martin publicou um vídeo dizendo que a única saída de Rosselló é a renúncia. 

“A única coisa que o senhor acaba de fazer com essa mensagem que acaba de divulgar é brincar com a saúde mental dos porto-riquenhos (…) exijo dos presidentes do poder legislativo na ilha que, por favor, comecem o processo de julgamento político. Se não quer sair, essa é a única opção que nós temos”, disse Martin em mensagem publicada em suas redes sociais.

“Vocês têm que escutar o pedido em massa de cada um dos porto-riquenhos, é a única coisa que pedimos, essa é a única opção que temos. Os senhores têm que começar com esse processo já”, afirmou Martin.